Artigo de jornal

É preciso buscar maior impacto da ciência que é feita no Brasil

Nesta entrevista exclusiva para o Jornal da Ciência, Carlos Henrique de Brito Cruz analisa os avanços e desafios da ciência feita no Brasil nos últimos anos. Para Brito Cruz, ex-reitor da Unicamp, a ciência tem crescido no país e vive hoje "uma situação um pouco mais confortável, do ponto de vista do financiamento, do que viveu nos anos 1980". Mas ele também aponta gargalos. "Atualmente, eu tenho a impressão que está faltando incluir na agenda da política para ciência no Brasil a questão da busca de maior impacto da ciência que é feita aqui", diz. Na entrevista a seguir, ele detalha essas questões e vai além, abordando, entre outros assuntos, o programa Ciência sem Fronteiras e o papel dos estados no financiamento e incentivo às pesquisas

Saúde coletiva precisa de pesquisa e inovação

O jornal O Globo publicou o artigo do professor Maurício Barreto, do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia (ISC/UFBA) e do presidente da Abrasco, Luis Eugenio Souza, sobre a importância das prioridades de pesquisa  para as necessidades da população e dos programas do SUS, e o aumento do investimento na pesquisa, criando condições objetivas para que cresça a produção científica brasileira.

Acordos ampliam intercâmbio para produção científica

Os desafios de ampliar a projeção internacional e a qualidade da produção científica têm levado o Brasil a dar incentivo crescente à cooperação Sul-Sul, uma das prioridades estratégicas da política externa. Em paralelo às parcerias tradicionais com Estados Unidos e Europa, ganham força os acordos com centros de pesquisa asiáticos e africanos.

Memórias do Instituto Oswaldo Cruz é a revista científica com maior fator de impacto da América Latina

O artigo trata do reconhecimento da revista Memórias do Instituto Oswaldo Cruz, como revista científica de maior impacto na América Latina em 2006 pelo Journal of Citation Reports, a partir do índice calculado pelo Institute for Scientific Information (ISI), órgão internacional responsável por avaliar a relevância dos periódicos científicos indexados de todo o mundo.