Interface
Adjust the interface to make it easier to use for different conditions.
This renders the document in high contrast mode.
This renders the document as white on black

O processo de institucionalização das práticas de saúde em uma unidade de produção da Fiocruz: contextualização histórica e reflexões para o campo da saúde do trabalhador

Este trabalho tem como objeto as práticas de saúde em uma unidade de produção da Fiocruz. Trata-se de um estudo de caso onde se verifica que suas práticas são perpassadas por diferentes abordagens para lidar com as questões da relação trabalho-saúde. O objetivo geral é resgatar o processo histórico de institucionalização das práticas de saúde na unidade, em seus aspectos organizacionais e operacionais. O estudo, de caráter exploratório foi desenvolvido por meio de pesquisa documental e entrevistas semiestruturadas. O trabalho se justifica pela importância da compreensão do distanciamento entre as práticas implementadas na instituição e o que é preconizado pelos conceitos do campo da Saúde do Trabalhador. Os dados demonstram que há dificuldades em trabalhar e conceber as formas de regular o trabalho com os princípios conceituais da Saúde do Trabalhador. Constata-se que ao assimilar diferentes expressões da relação trabalho-saúde, surgiram dificuldades na integração de ações e diálogos devido à carência de uniformização técnica e troca de saberes. Apesar de alguns avanços, como a constituição de um trabalho multiprofissional, ainda há muito que se avançar. Conclui-se que um caminho para que as práticas de saúde no trabalho sejam executadas sob a perspectiva da Saúde do Trabalhador, seja a construção de políticas institucionais não somente abarcando o que a legislação trabalhista menciona, mas avançando em seus princípios, com todos os eixos que o campo preconiza.


Categoria de assunto

Tipo de documento

Ano de publicação

2016

Autor

  • Carvalho, Maria Cristina Jorge de