Interface
Adjust the interface to make it easier to use for different conditions.
This renders the document in high contrast mode.
This renders the document as white on black

Fatores de riscos ocupacionais e implicações à saúde do trabalhador em biotérios da Fiocruz Rio de Janeiro, RJ

É sabido que os profissionais que atuam em biotérios estão submetidos a uma série de riscos potenciais desencadeadores de doenças ocupacionais. Assim, a presente dissertação teve por objetivo analisar os fatores de riscos ocupacionais e as possíveis implicações à saúde do trabalhador em biotérios da Fundação Oswaldo Cruz/RJ, através do estudo das condições gerais do ambiente de trabalho e saúde dos profissionais. Para tal, adotou-se uma metodologia de abordagem epidemiológica, observacional, descritiva e transversal. Participaram desta pesquisa 151 profissionais que atuavam nas áreas finalísticas dos biotérios no período de março a outubro de 2014, por meio de um questionário semiestruturado, multidimensional e auto-preenchível, elaborado a partir da adaptação do instrumento proposto por Boix e Vogel (2000) no Guia de Avaliação de Riscos nos Locais de Trabalho. A caracterização da amostra em relação às variáveis sociodemográficas e laborais, aos fatores de risco no ambiente de trabalho e implicações à saúde, baseou-se em estatísticas descritivas. Análises bivariadas foram realizadas para verificar a associação entre as variáveis referentes às diferentes finalidades dos biotérios (exposição) e os fatores de risco e implicações à saúde (desfechos). Para isso, foram utilizados os testes de qui-quadrado de Pearson e teste exato de Fisher s, adotando-se o nível de significância de 5 por cento. Os resultados evidenciaram a prevalência expressiva dos fatores de riscos ocupacionais, em destaque aqueles relativos aos fatores de risco ergonômico e biológico. Em relação às implicações à saúde, o estresse e os problemas musculoesqueléticos foram os danos referidos com maior frequência pelos participantes. Nas análises bivariadas, observou-se uma associação estatisticamente significativa entre a finalidade dos biotérios e os fatores de risco físico, de acidente e ergonômico. No entanto, não foi observado associação entre a finalidade dos biotérios e os fatores de risco biológico, químico, organizacional / psicossocial. Além disso, a finalidade dos biotérios também não se mostrou associada às diferentes implicações à saúde. Concluiu-se que os resultados apresentados contribuem para abrir caminhos em direção a novos estudos, na medida em que indicam uma grande necessidade de programas de prevenção aos riscos e promoção à saúde do trabalhador.


Categoria de assunto

Tipo de documento

Ano de publicação

2015

Autor

  • Souza, Gabriele Fatima de