Ciência aberta como instrumento de democratização do saber

Compartilhe!

A 8ª Conferência-Luso Brasileira de Acesso Aberto (ConfOA), a realizar-se de 4 a 6 de outubro de 2017, nas dependências da Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro, tem como tema “Do Acesso Aberto à Ciência Aberta”, sinalizando o alargamento da discussão do tema que deu origem a esse importante encontro anual desde o ano de 2010.

Impulsionada, de início, pelo movimento em favor do acesso aberto em reação aos elevados preços praticados pelas editoras de periódicos científicos, ciência aberta pode ser hoje entendida como um ‘movimento de movimentos’. Abrem-se aí novas frentes, como os dados científicos abertos, as ferramentas científicas abertas (software e hardware), os cadernos abertos de laboratório, a educação aberta e a ciência cidadã. Mais do que um termo ‘guarda-chuva’, a ciência aberta avança no sentido de integrar essas várias frentes, ampliando a questão do acesso à informação científica para focar também nas novas formas de produção, circulação e apropriação social da informação e do conhecimento em ciência, tecnologia e inovação.

Categoria de Assunto: 
Tipo de Documento: 
Instituição Editora: 
Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (Fundação Oswaldo Cruz)
Autor ou Criador: 
Sarita Albagli
Citação: 

ALBAGLI, Sarita. Ciência aberta como instrumento de democratização do saber. Trab. educ. saúde,  Rio de Janeiro, v. 15, n. 3, p. 659-660,  dez.  2017. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1981-7746-sol00093

Ano de Publicação do documento: 
2017
Compartilhe!