Ciência em Gotas: animações divulgam pesquisas de cientistas brasileiros

Compartilhe!

     Animação: Bertha anda por um pântano segurando um gravador seguida por várias pererecas.
Animações são uma forma lúdica de comunicar e um recurso interessante para pesquisadores usarem na divulgação científica. A Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz) lança no dia 8 de dezembro o Projeto Ciência em Gotas, uma série de vídeos que apresentam a trajetória e a atuação de cientistas brasileiros no campo da saúde pública e do meio ambiente. O lançamento será no auditório de Bio-Manguinhos, 6º andar do Pavilhão Rocha Lima, às 10h.

A primeira edição da série é composta por quatro filmes, com um minuto de duração, que apresentam o trabalho dos cientistas Maurício Rocha e Silva e Sérgio Ferreira e o medicamento de hipertensão fabricado a partir do veneno de cobra; Carlos Chagas e a descoberta da doença que leva seu nome; Johanna Dobereiner, com a aplicação de um adubo natural no cultivo da soja e da cana-de-açucar, e Bertha Lutz, e a catalogação de novas espécies de anuros.

Para o coordenador do projeto, Heverton de Oliveira, a linguagem audiovisual facilita a transmissão da informação científica. “É uma forma de comunicação, que pode se converter em suporte eficaz para a popularização do conhecimento. Além disso, esta é a linguagem dominante das mídias - televisão, internet, redes sociais, celulares - que mais atraem o público jovem”, explicou. Após o lançamento, os vídeos serão exibidos na programação do Canal Saúde e em outras emissoras da rede pública de televisão do País.

Projeto Ciência em Gotas

Data: 08/12
Hora: 10h
Local: Auditório de Bio-Manguinhos | Pavilhão Rocha Lima - 6º andar (Av. Brasil, 4365 - Manguinhos, Rio de Janeiro)

Data: 
quinta-feira, 8 Dezembro, 2016 -
10:00 to 12:00
Compartilhe!